As fortes chuvas no Peru desde o final de janeiro deixaram para trás um terrível número de mortos, desalojados e desabrigados e grandes danos foram registrados nas estradas e no fornecimento de serviços essenciais, como a distribuição de água.

Piura, Trujillo, Huarmey e Chosica são algumas das zonas mais devastadas pelo fenômeno “El Niño costeiro” no Peru. A Fundación MAPFRE coordenou e financiou o envio de quatro estações de tratamento de água que foram instaladas por seis bombeiros espanhóis pertencentes ao Consorcio Provincial de Bomberos de Málaga que se deslocaram voluntariamente até a zona da catástrofe.

Atualmente, as estações fornecem água potável a cerca de 16.000 pessoas por dia. O Equador segue precisando de ajuda. Peru segue precisando de ajuda.

Contribua/button]

No Peru, mais de 200 voluntários da MAPFRE colaboraram na elaboração e distribuição de cestas básicas e medicamentos para os atingidos.